Programa VigiFronteiras-Brasil abre inscrições para Enfermagem

0

Projeto é parceria com o Ministério da Saúde e a Opas. As inscrições podem ser feitas até o dia 18 de junho

Gestores e profissionais de saúde brasileiros e estrangeiros que atuam nas fronteiras do Brasil com outros países da América do Sul, inclusive os que estão engajados no enfrentamento da Covid-19, têm até o dia 18 de junho para se candidatar ao Programa Educacional de Vigilância em Saúde nas Fronteira (VigiFronteiras – Brasil), promovido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O prazo de inscrições nos cursos de mestrado e doutorado, que terminaria no dia 30 de abril, foi prorrogado para o dia 18 de junho. A alteração no cronograma foi uma resposta da coordenação acadêmica do programa à dificuldade que os candidatos relataram estarem tendo em reunir alguns documentos necessários para inscrição por conta da pandemia.

A nova versão do edital, com o as novas datas das etapas de seleção, está disponível no site formacaovigisaude.fiocruz.br > Editais e no www.campusvirtual.fiocruz.br > Cursos > Programas > VigiFronteiras-Brasil. A iniciativa conta com o apoio da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

O Programa VigiFronteiras-Brasil é uma oportunidade ímpar para profissionais que trabalham na gestão, na assistência, na vigilância ou na avaliação da qualidade dos serviços ampliarem os conhecimentos, a compreensão da realidade e exercerem suas atividades considerando as singularidades do funcionamento do sistema de saúde desses locais.

“Os profissionais que atuam da linha de frente nas fronteiras fazem parte do perfil dessa oferta educacional. O programa também é um espaço para brasileiros e participantes dos outros países se articularem, compartilharem e encontrarem soluções conjuntas para a saúde e a vigilância nas fronteiras, o que e resultará na oferta de serviços mais qualificados para o enfrentamento da situação epidemiológica da região fronteiriça e de emergências sanitárias como a que estamos vivendo nesse momento”, explica Eduarda Cesse, coordenadora do Programa.

O VigiFronteiras-Brasil é gratuito. Estão sendo oferecidas 75 vagas para os cursos de mestrado e de doutorado, que serão ministrados por meio de um consórcio entre os Programas de Pós-Graduação em Epidemiologia em Saúde Pública, Saúde Pública e Meio Ambiente e Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) e o Programa de Pós-Graduação em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (ILMD/Fiocruz Amazonas), além de docentes da Fiocruz Mato Grosso do Sul.

Fonte: Fundação Oswaldo Cruz / Foto Ilustrativa: CanStockPhoto

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: