Transplante de medula e rotina medicamentosa no tratamento da doença falciforme acessíveis pelo SUS

0

No Dia Mundial de Conscientização sobre a Doença Falciforme, celebrado em 19 de junho, a reflexão sobre as abordagens e os tratamentos prestados atualmente no sistema de saúde brasileiro ganha destaque. Neste cenário, o cuidado desenvolvido pelos profissionais de enfermagem no controle da doença e de suas complicações — que incluem crises de dor, Síndrome Torácica Aguda (STA), crise aplástica, icterícia, Acidente Vascular Cerebral (AVC), priapismo, úlcera de perna e osteonecrose, entre outras (fonte: bvsms.saude.gov.br) — é fundamental. Este será um dos assuntos em debate no 1º Congresso Internacional Feridas, durante o 10º Congresso Brasileiro Nursing, marcado para os dias 29 e 30 de agosto, em São Paulo/SP. 

Em março deste ano, o Ministério da Saúde ampliou a faixa etária para o transplante de medula no Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento da doença falciforme. A idade não é mais critério de restrição para o procedimento, único método de cura disponível no SUS, e pacientes acima dos 16 anos de idade passaram a ter também a possibilidade de fazer o transplante alogênico aparentado de medula óssea, de sangue periférico ou de sangue de cordão umbilical, do tipo mieloablativo, na rede pública de saúde.

Segundo matéria publicada pelo MS, a decisão, baseada em evidências científicas, busca trazer mais qualidade de vida às pessoas com a doença. A iniciativa faz parte das ações de fortalecimento da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme (PNAIPDF). Além do transplante, todos os medicamentos que compõem a rotina do tratamento são disponibilizados no SUS, informa a reportagem.

O texto completo divulgado pelo MS está na sua página oficial, em portalms.saude.gov.br. 

FONTE: Ministério da Saúde — portalms.saude.gov.br.  

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: