Serviço contra fake news é lançado pelo Ministério da Saúde

0

Um lançamento muito interessante do Ministério da Saúde (MS) foi anunciado ontem, 27, no site oficial da Pasta: um canal no WhatsApp exclusivo para o combate às fake news. As fake news são notícias falsas disseminadas na internet, especialmente nas redes sociais, e que têm tido um alcance preocupante para diversos setores, inclusive o da saúde. 

Segundo a matéria sobre o novo serviço, publicada pela Agência Saúde, a área é um dos principais alvos das fake news, que divulgam informações sem respaldo científico, por exemplo, sobre tratamentos e vacinas. O problema pode estar impactando, inclusive, o andamento de programas prioritários de Saúde Pública, como os de imunização, revela a notícia. 

Para o atendimento, basta adicionar gratuitamente no celular o WhatsApp do Ministério da Saúde — (61) 99289-4640 —, fazer o envio do texto ou da imagem que estiver circulando nas redes sociais e aguardar a devolução do material com um “carimbo”, um selo, informando tratar-se ou não de fake news.

Com o slogan “Saúde sem fake news, o projeto é organizado pela equipe multimídia do MS e conta com a atuação dos profissionais de saúde nas áreas técnicas da Pasta, que estudarão a veracidade do conteúdo enviado. “Ou seja, é um canal exclusivo e oficial para desmascarar as notícias falsas e certificar as verdadeiras”, diz o texto no portal do MS, que ainda destaca que as notícias analisadas pela equipe estarão disponíveis nos perfis do ministério nas redes sociais e no Portal Saúde, em saude.gov.br/fakenews. Neste mesmo endereço, a população pode encontrar todas as informações sobre como utilizar o canal, incluindo os “Termos de Uso”. 

A divulgação apresenta um vídeo de campanha, acessível em youtu.be/F0BKtX4nnaQ, e uma reportagem da Web Rádio Saúde, em soundcloud.com/ministeriodasaude. 

A reportagem original completa pode ser lida em portalms.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/44139. 

FONTE: Ministério da Saúde — Agência Saúde/portalms.saude.gov.br. Imagem: Ministério da Saúde (fonte: portalms.saude.gov.br). 

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: