Saúde bucal em tempos de pandemia

0

Doenças bucais são fatores de risco para o desenvolvimento de formas graves de Covid-19. Especialista afirma que a periodontite está associada a diversas doenças, podendo, inclusive, levar à morte.

No próximo 25 de outubro comemora-se o Dia Nacional da Saúde Bucal. E se esse tema já era importante antes da pandemia, agora ainda mais, pois doenças bucais são fatores de risco para o desenvolvimento de formas graves de Covid-19, como demonstram recentes pesquisas na área.

Essa relação da doença com a boca vai muito além das gotículas de saliva que a transmitem. Estudo publicado no Journal of Clinical Periodontology, realizado com mais de 500 pessoas, observou que pacientes com periodontite tinham três vezes mais chances de serem internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por conta do novo coronavírus.

Conforme comenta a cirurgiã-dentista Anita Graziela Fernandez, da Sorridents Santos e São Vicente, além dos problemas relacionados à Covid-19, a periodontite está associada a uma série de outras doenças, podendo, inclusive, levar à morte, se não houver um tratamento adequado.

“A saúde do nosso organismo começa pela boca e é importante observarmos os sinais que ela nos dá. Desde o mau hálito até as infecções gengivais, cada caso deve ser analisado com atenção e tratado da maneira correta, isso porque o nosso corpo é todo interligado e as bactérias presentes na boca podem facilmente entrar na corrente sanguínea e atingir outros órgãos”, alerta a especialista.

Nesse sentido, a consulta regular ao dentista é essencial para manter dentes bonitos, como também a saúde em dia. Segundo a Dra. Anita, uma periodontite, por exemplo, não dá sinais evidentes e a maioria dos pacientes só se depara com a gravidade do problema quando a doença já está em estado avançado. “Sempre que observar um sangramento na gengiva, é preciso levar esse sintoma em consideração e consultar um especialista. Quando identificada no início, a doença é tratada corretamente e seus danos reduzidos de maneira significativa”, ressalta.

90% de brasileiros com dentes cariados

O Brasil é um dos países que mais registram casos de cárie na população. Quase 90% dos brasileiros têm ou já tiveram dentes cariados, de acordo com dados do Ministério da Saúde, compilados pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo.

“Embora as cáries sejam um problema de fácil correção, quando não tratadas rapidamente, podem progredir. Os quadros com lesões avançadas causam danos mais sérios às camadas profundas dos dentes, podendo chegar à raiz do dente e à sua perda quando não tratado, prejudicando toda a função mastigatória do organismo”, explica a cirurgiã-dentista Anita Fernandez.

Uma das maneiras para evitar cáries e outros problemas odontológicos é fazer o check-up regularmente, com visita ao dentista, pelo menos, duas vezes ao ano. “Além da cárie, nessa avaliação pode ser observado, ainda, se há gengivite, problemas de mastigação e a própria periodontite. Portanto, diante de qualquer alteração em sua cavidade bucal e dentes, procure por orientação de um profissional da área”, finaliza a cirurgiã-dentista.

Sobre a Sorridents Santos e São Vicente

Sorridents é a rede de clínicas odontológicas mais premiada da América Latina. Pertencente ao Grupo Salus Participações detentor das marcas: GiOlaser, Olhar Certo, Sorriden, Sorridents e DocBiz, é uma das mais conceituadas redes de clínicas odontológicas do mundo. Fundada em 1995, a Sorridents nasceu com o objetivo de trazer a todos o direito fundamental de sorrir.

Em Santos (Unidade Centro) e em São Vicente, as unidades estão sob administração das cirurgiãs-dentistas Anita Graziela Fernandez (CRO – 90.802) e Aline Grazile Fernandez (CRO – (91.012), ambas formadas há mais de 15 anos, pela Unesp e Universidade Metodista, respectivamente.
Por: OPTIMA COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA / Foto Ilustrativa: Pexels
Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: