Pesquisa destaca insatisfação com o sistema de saúde no Brasil

0

É grande a repercussão da pesquisa “Opinião dos brasileiros sobre o atendimento público na área de saúde”, realizada pelo Datafolha, a pedido do Conselho Federal de Medicina (CFM). A divulgação, no início desta semana, dos resultados preliminares do levantamento colocou a insatisfação da população brasileira com o sistema de saúde no País, especialmente com o atendimento prestado na rede pública, de volta à pauta da grande mídia. O assunto deve gerar muito debate entre as categorias profissionais da Saúde, como na Enfermagem, e, ainda, com a aproximação das eleições presidenciais. 

O portal do CFM na internet publicou reportagem detalhada no dia 26, trazendo o ponto de vista de seus porta-vozes e apontando alguns dos achados do estudo. Segundo o texto, “a saúde (pública ou privada) é classificada como péssima ou ruim por 55% dos brasileiros e regular para outros 34%”, avaliação representativa da visão “de 94% dos que possuem planos de saúde e de 87% dos que dependem apenas do Sistema Único de Saúde (SUS) para receber assistência médico-hospitalar.”

Apesar da avaliação negativa do SUS, 88% dos entrevistados apoiam a manutenção do sistema “como modelo de assistência de acesso universal, integral e gratuito para os brasileiros, conforme previsto em seus princípios e diretrizes legais”. Outros aspectos negativos abordados pela pesquisa são os serviços com dificuldade de acesso, a falta de gestão e recursos e o tempo de espera — de acordo com a matéria, “o maior gargalo da rede pública para 61% dos entrevistados que buscam uma cirurgia, 56% dos que precisam de um exame de imagem e para 55% dos que aguardam uma consulta”. Vale destacar que a oferta de vacinas foi o serviço mais bem avaliado.  

Foram ouvidas 2.087 pessoas em todo o Brasil, entre homens e mulheres, a partir dos 16 anos de idade, 59% residentes no interior.

“Essa pesquisa é uma importante contribuição dos médicos para o debate político, com foco, sobretudo, na qualificação do SUS, sistema que a população considera uma grande conquista a ser mantida e aperfeiçoada”, afirma o presidente do CFM, Carlos Vital. 

Para ler a reportagem completa e acompanhar a cobertura do CFM sobre a pesquisa, acesse o Portal Médico, em portal.cfm.org.br. Os resultados preliminares do levantamento estão disponíveis on-line, em PDF, pelo link portal.cfm.org.br/images/PDF/datafolha_sus_cfm2018.pdf.

FONTE: Conselho Federal de Medicina (CFM).

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: