Pesquisa da Mayo Clinic confirma o papel crucial das máscaras na prevenção da COVID-19

0

Dados novos e não publicados de pesquisadores da Mayo Clinic mostram que a separação física reduz a exposição a gotículas respiratórias e que um metro ajuda, mas dois metros de separação reduzem a contagem de partículas a quase níveis base de referência. Esses achados apoiam fortemente o valor protetor e a eficácia do amplo uso da máscara e do distanciamento social para ajudar a parar a disseminação do vírus da COVID-19.

“Esse foi um estudo experimental no qual simulamos a produção de gotículas respiratórias usando manequins que estavam usando máscara e outros que não estavam e medimos a disseminação dessas gotículas em várias distâncias,” diz o Dr. Elie Berbari, diretor do departamento de doenças infecciosas da Mayo Clinic em Rochester, Minnesota.

Os pesquisadores mediram quão eficazmente as máscaras bloquearam as partículas em aerossol de uma fonte com máscara, simulando um indivíduo infectado com a COVID-19, e simularam o risco de um indivíduo contrair a COVID-19 fazendo uso da máscara.

“Nós descobrimos que a medida mais importante para reduzir o risco de exposição à COVID-19 é usar a máscara,” afirma o Dr. Matthew Callstrom, Ph.D., diretor do departamento de radiologia da Mayo Clinic em Minnesota. “Nós descobrimos que ambas as máscaras cirúrgicas descartáveis e as máscaras de pano com camada dupla são eficazes em reduzir a transmissão por gotículas e não encontramos diferenças entre os tipos de máscara em relação a quão bem elas bloqueiam as partículas em aerossol emitidas pelo usuário.”

“O mecanismo mais comum para transmissão da COVID-19 é por meio de gotículas respiratórias que são maiores do que aerossóis e são mais facilmente bloqueadas pelas máscaras,” diz o Dr. Callstrom.

A segunda parte do estudo mediu a contagem de partículas em aerossol de uma fonte para um alvo de 0,3 metros até 2 metros, com intervalos de 0,3 metros. Os pesquisadores descobriram que, no geral, as contagens de partículas foram reduzidas com o aumento da distância, o que apoia a orientação atual dos CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA) de manter um distanciamento físico de dois metros.

“Acredito que tínhamos algum conhecimento sobre a importância das máscaras e houve vários estudos que mostraram que as máscaras são eficazes em bloquear vírus, mas o que é realmente importante aqui é o quão eficaz é usar máscara quando feito por ambas pessoas,” afirma o Dr. Berbari.

Ele diz que medidas adicionais para reduzir o risco de transmissão incluem lavar as mãos com frequência, usar higienizador para mãos antes e depois das refeições e depois de retirar a máscara e atender a capacidade dos espaços em áreas mais movimentadas.

“Nós descobrimos objetivamente que as máscaras são crucialmente importantes para proteger você e as pessoas a seu redor,” diz o Dr. Callstrom. “Se você usa a máscara, você está protegendo os outros. Se eles estão usando máscara, eles estão protegendo você.”

fonte: Mayo Clinic.

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: