Obesidade no Brasil será debatida no maior Congresso de Cirurgia Bariátrica do mundo

0

O crescimento da obesidade no Brasil – especialmente após a pandemia da COVID-19 – e os tratamentos para devolver a qualidade de vida para pessoas com excesso de peso e doenças associadas serão debatidos entre os dias 11 a 13 de novembro, em São Paulo.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) reunirá mais de 1.500 cirurgiões e profissionais que atuam no combate à obesidade como nutrólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, profissionais de educação física, psicólogos e psiquiatras.

O presidente da SBCBM, Fábio Viegas, ressalta que a obesidade é uma pandemia posterior a pandemia da COVID-19.

“52% dos brasileiros declararam ter engordado neste último ano. A obesidade e doenças associada a ela aumentaram e, aliado a isso, houve uma redução no número de cirurgias bariátricas em 2020. Este cenário ocasionou em um tempo de espera ainda maior para os pacientes que buscam o SUS para o tratamento cirúrgico da obesidade”, afirma Viegas.

Para ele, o Congresso Brasileiro de Cirurgia Bariátrica e Metabólica – que será o maior do mundo presencial, tendo em vista que muitos eventos internacionais foram cancelados em 2020 – será fundamental para debater estratégias de cuidado dos pacientes com obesidade.

Novos números – Para que se tenha ideia o número de cirurgias bariátricas realizadas pelo SUS caiu em 69,9% em um ano, saindo de 12.568 em 2019, para 3.772 em 2020. Em 2021, até o mês de julho, foram realizadas 990 cirurgias pelo Sistema Único de Saúde. A realização de cirurgias pelos planos de saúde também caiu 11,9%, saindo de 52.599 procedimentos realizado em 2019, para 46.419 cirurgias em 2020.

Em contrapartida, a recente pesquisa Diet & Health Under Covid-19, que entrevistou 22 mil pessoas de 30 países, identificou que foram os brasileiros os que mais ganharam peso durante a pandemia de COVID-19. Aqui, cerca de 52% dos entrevistados declararam ter engordado. A média global é de apenas 31%. Ainda segundo a pesquisa, os brasileiros ganharam, em média, cerca de 6,5 quilos neste período.

Números nas capitais – Os dados da Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, em 2020, apontaram que em São Paulo 47,9% de pessoas com estavam com excesso de peso.
Segundo o Ministério da Saúde, Porto Alegre é a capital que possui a maior quantidade de pessoas com excesso de peso (55,4%), seguida por Fortaleza (53,7) e Maceió (53,1). A proporção no Rio de Janeiro é de 49,6%, e no Distrito Federal é de 49,1%. As capitais com menor quantidade de obesos são: Palmas (12,5%), Teresina (12,8) e São Luís (12,9%).
Outro dado importante é que no estado de São Paulo, segundo Vigitel 2017, haviam 1,078 milhão de pessoas elegíveis a cirurgia bariátrica, sendo 669 mil peso SUS.

Atualização científica – No XXI Congresso de Cirurgia Bariátrica serão discutidas novas tecnologias para o tratamento dos pacientes, bem como propostas de atendimento seguro e formas de dar maior agilidade ao atendimento do SUS.

A programação do evento conta com a participação de 282 palestrantes – entre convidados nacionais e internacionais em cursos, palestras e debates dinâmicos.
“O objetivo é promover a atualização científica e a troca de experiências sobre como otimizar os resultados da cirurgia bariátrica e metabólica”, afirma o presidente do evento, Marcos Leão Vilas Bôas.

Neste ano, a SBCBM preparou um curso de Gestão e Tendências em Cirurgia Bariátrica; o I Simpósio de Cirurgia Robótica; o evento Novas Fronteiras no Tratamento do Diabetes Tipo 2, com a participação de representantes de entidades que atuam diretamente com pacientes portadores da doença.

“Serão três dias de evento. O objetivo do congresso é a educação em cirurgia bariátrica e metabólica e a união das diferentes especialidades envolvidas no tratamento da obesidade”, finaliza o presidente da Comissão Científica do Congresso, Antônio Carlos Valezi.

Por: Comunicore / Foto Ilustrativa: Freepik

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: