Entidades discutem estratégias de conscientização sobre o diabetes com MS

0

Um passo importante foi dado nesta semana no combate ao diabetes no Brasil. Em reunião com o Ministério da Saúde no dia 3 de julho, a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), a ADJ Brasil e a Federação Nacional de Associações e Entidades de Diabetes (FENAD) discutiram estratégias de conscientização sobre a doença no país. 

Na reunião, com a presença de representantes da Vigilância Epidemiológica e Promoção à Saúde, da Secretaria de Assistência à Saúde e Atenção Básica, ficou acertada a retomada da parceria do MS com a SBD ainda em 2018. Entre as ações previstas pelo trabalho colaborativo, está a reincorporação do Dia Mundial do Diabetes, celebrado em 14 de novembro, ao Calendário da Saúde.     

“Esta conquista é fruto do trabalho desenvolvido pelo Advocacy da SBD e faz parte da nossa atuação em prol da divulgação de informações a respeito da doença. Junto ao MS, articulamos para que novembro agora seja também marcado como o mês de conscientização do diabetes”, afirma a presidente da SBD, Dra. Hermelinda Pedrosa, em nota divulgada à imprensa.

Segundo a SBD, a ocorrência do diabetes, considerado uma epidemia, vem aumentando ano a ano. A entidade destaca os resultados da última Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), do MS, que indica uma elevação de 54% da doença entre os homens, entre 2006 e 2017. 

Dados divulgados pela ADJ em 2016 (disponíveis em adj.org.br) apontam que mais de 400 milhões de pessoas vivem com diabetes no mundo, 15 pessoas perdem a vida em consequência do diabetes a cada hora, mais de 70% das pessoas que têm diabetes estão em países de média ou baixa renda, cerca de 40% dos adultos com diabetes não estão diagnosticados e 1 em cada 7 adultos terá diabetes em 2040. Ainda de acordo com o informativo da ADJ, as despesas de saúde relacionadas à doença estão próximas aos 22 bilhões de dólares por ano.  

FONTES: Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD); ADJ Brasil/adj.org.br.

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: