Colaboração no mercado de saúde incentiva desenvolvimento científico

0

Foi anunciado na semana passada compromisso de colaboração da biofarmacêutica global AstraZeneca com a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no setor de inovação, pesquisa e desenvolvimento científico.    

A cooperação, firmada no dia 10 de julho, faz parte do Ano Brasil-Reino Unido de Ciência e Inovação 2018/2019, iniciativa liderada pelos governos do Brasil e do Reino Unido para o desenvolvimento de projetos e estratégias nos eixos de saúde e ciências da vida, clima e biodiversidade, agricultura sustentável e energia, informa matéria divulgada à imprensa.

Entre as ações previstas pela colaboração está a criação de um programa com o CNPq para a concessão de dez bolsas para cientistas brasileiros, que terão a oportunidade de  trabalhar e desenvolver projetos em centros de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da AstraZeneca nos EUA e Reino Unido.  

Já a parceria com a SBIBAE será desenvolvida no âmbito do iDream Hubs, projeto internacional da AstraZeneca para a criação, em colaboração com instituições externas, de centros científicos de excelência concentrados em P&D, educação e tecnologia. “Em esfera global, o projeto visa parcerias com startups, grupos de pesquisa e colaboração com empresas, universidades e outros grupos para identificar e desenvolver produtos e soluções específicas para cada região”, explica Fraser Hall, presidente da AstraZeneca Brasil, por meio da assessoria de imprensa da biofarmacêutica.

O trabalho com a instituição de saúde brasileira terá foco em mercados internacionais e, na área de P&D, incluirá um programa voltado a doenças cardiovasculares, renais e metabólicas. 

FONTE: AstraZeneca.

*Na foto, da esquerda para a direita: Dr. Nelson Wolosker, do Hospital Israelita Albert Einstein; Vijay Rangarajan, Embaixador Britânico no Brasil; Leon Wang, VP Executivo Internacional da AstraZeneca; Fraser Hall, presidente da AstraZeneca Brasil; e Mario Neto Borges, presidente do CNPq. (Fonte: AstraZeneca, por meio da assessoria de imprensa)

 

Share.

About Author

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Clique nas capas abaixo para acessar o conteúdo digital das edições: